Fernanda Montenegro e Gilberto Gil: PQP (Por Que Podem)

SABER POLÍTICO
05/04/2022
A resistência cultural em BH tem nome – Casa Matriz
07/04/2022

Fernanda Montenegro e Gilberto Gil: PQP (Por Que Podem)

Fernanda Montenegro e Gilberto Gil: PQP (Por Que Podem)

Dia desses, indaguei a um conhecido (quase amigo meu) se havia ele lido determinado livro. Respondeu-me não, mas que havia assistido ao filme. Com muita humildade
(substantivo presente sempre em nossas prosas), disse-lhe ter lido o livro e visto o filme. Este sempre aquém do livro. Acrescentou-me que não via a hora de ler o livro,
posto até já tê-lo adquirido. Tudo isso, respirando ambos um pouco mais aliviados, mas com cuidados que os tempos atuais ainda exigem. Tudo isso, apreciando uma
cerveja estupidamente gelada, acompanhada por tira-gosto estupendo.

Discorremos sobre a preferência em comum por livros físicos a e-books, se LPs ou CDs, Spotify, Deezer, I-Tunes, as chamadas plataformas digitais, o teatro e seu papel e o Prêmio Nobel. Meu quase amigo e eu nem sempre concordamos, é óbvio. Bom que seja assim.

Disse-lhe ter sido merecido o Prêmio Literário concedido a Bob Dylan pela academia sueca, pois que, se numa letra de música pode estar contida toda uma obra, imagine
quando reunidos textos, letras, vida, vídeos . Proseamos… Caminhamos… Até enfim chegarmos à Academia Brasileira de Letras (ABL). Copos para o alto a tilintar,
concordamos um com o outro, em quase uníssono: PQP! (Por Que Podem).

Eles podem, sim. Merecidíssimas as eleições de Fernanda Montenegro, nossa diva do teatro, e de Gilberto Gil, um dos grandes músicos do Brasil, para a ABL. Em seguida,
copos para o alto novamente (como o leitor vê, perto de ir embora), choramos a partida de João Gilberto Pereira Prado de Oliveira, nosso João Gilberto. A ele, talvez,
falta não faria a academia, mas à academia, com certeza, faltará uma cadeira que ficou vazia.

10/06/1931 – 06/07/2019

Por Ricardo dos Reis

Especialista em educação musical pela UFMG, autor do CD “Canção na cesta”, disponível
nas plataformas digitais Spotify, Deezer, iTunes e YouTube.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *