Kijëme da Zabelê – CEPITI – UNEB

ANA GOMES – Brasileira – Artista – Mãe – Guerreira – MULHER
outubro 21, 2020
Xexéu Beleléu – O candidato andarilho!
outubro 24, 2020

Kijëme da Zabelê – CEPITI – UNEB

Vamos Entrar no Kijēme da Zabelê?

Pedimos licença aos encantados, à família Ferreira e ao clã da Zabelê, Dona Luciana Ferreira, homenageada pelo Centro de Estudos e Pesquisas Intercultural e da Temática Indígena – CEPITI da Universidade do Estado da Bahia – UNEB, para nominar nosso Canal Kijëmi da Zabelê/CEPITI no Youtube. 

 

Licença ao povo Pataxó e às mulheres indígenas para, através da memória cultivada desta mulher guerreira estender nossa homenagem muito além de seu povo, àquelas mulheres que a antropologia e muito(a)s de nós, reconhecem como a “Mãe” do(a)s brasileiro(a)s. 

Zabelê é um pássaro brasileiro presente nos três ecossistemas, na Caatinga, no Cerrado e na Mata Atlântica. A Zabelê de quem falamos, Luciana Ferreira nasceu aos pés de Monte Pascoal, do “Monte Ará”, como ela costumava chamar, na Terra Indígena da antiga Aldeia Barra Velha, em 1937. Porém, após ser expulsa com sua família e sobreviver ao massacre de 1951, foi acolhida por seus parentes em Cumuruxatiba, no município de Prado, Bahia, onde viveu mais de meio século de sua vida com sua família numerosa até a sua partida final em 2012 na Aldeia Tibá, aldeia que ajudou a levantar. Em vida lutou em defesa de sua comunidade, pela manutenção e reconquista da posse do território imemorial de seu povo, da Terra Indígena Comexatibá, da cultura tradicional Pataxó e das lutas dos povos indígenas do Brasil, diante do(a)s quais, já é, há muito reconhecida e, sua memória continua sendo cultivada. 

É com este mesmo propósito que o Canal Kijëmi da Zabelê/CEPITI-UNEB chega para ampliar esta rede do Libertas News na sua afirmação positiva de um Brasil que anseia pela autenticidade das narrativas de fatos, eventos e acontecimentos com  independência e autonomia própria de um jornalismo ético, valores enunciados como pilares deste site. 

Propomos uma sessão intercultural análoga ao que já estamos veiculando no nosso canal no youtube: jogar luzes sobre a temática indígena, a questão dos povos indígenas do Nordeste/Leste do Brasil, especialmente, relacionadas aos povos da Bahia e entre estes, do povo Pataxó, comunidade de pertença de Dona Zabelê. A partir daí, também, divulgar informações, conhecimentos produzidos em torno de algumas das ações que vêm sendo empreendidas nesta área, dialogicamente com seus protagonistas, no âmbito da universidade. Entre outras lições aprendidas pelo(a)s pesquisadore(a)s, docentes, acadêmico(a)s e demais integrantes do CEPITI/UNEB no curso de mais de duas décadas de trabalho junto às comunidades indígenas, negras, quilombolas, tradicionais, do campo e da cidade no Extremo Sul baiano. 

 

Sob a coordenação da professora Dra. Maria Geovanda Batista, da Universidade do Estado da Bahia/ Departamento de Educação Campus X,  o CEPITI é constituído por um coletivo que reúne estudantes, pesquisadore(a)s, docentes, educadore(a)s indígenas e não indígenas da região.

Enfim, informamos a você interessado(a) no assunto que esta conexão entre o canal e o Portal Libertas News será operada com participação direta da coordenadora, Dra. Maria Geovanda Batista e coprodutor do portal, Guilherme de Paula.

 

Por Dra. Maria Geovanda Batista

2 Comments

  1. Ana Gomes disse:

    Trabalho extremamente necessário, porque essa questão existe e outros interesses estão jogando pra debaixo do tapete.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *